A Ilha do Mel tem um perímetro de 35 Km e área total de 28,94 Km². É margeada pelos Canais Norte e Sueste na região da Ilha das Peças e Superagüi e pelo Canal da Galheta ao sul, na proximidade com o balneário de Pontal do Sul, principal acesso à Ilha.
A ocupação e uso do solo só são permitidos em 3% da área da Ilha do Mel e a distância entre as comunidades da Ilha deve-se a fatores históricos e naturais. Na época da sua ocupação, os povoados fixaram-se em áreas menos densas e planas voltadas para o mar aberto. As zonas de ocupação atuais, já delimitadas, são as comunidades de Encantadas, também chamada de Prainhas, Vila do Farol, Praia Grande, Nova Brasília, Fortaleza e o pequeno vilarejo Ponta Oeste que faz divisa com a Estação Ecológica

O relevo e a vegetação da Ilha do Mel proporcionaram a formação de 13 praias: Encantadas ou Prainha, Praia de Fora, Praia do Miguel, Praia Grande, Praia do Farol, Praia da Fortaleza, Praia do Farol do Cassual, Praia da Ponta do Hospital, Praia da Ponta Oeste/Coroazinha, Praia do Cedro, Praia do Limoeiro, Praia Nova Brasília e Praia do Belo.

A Ilha é uma área em contínuo processo de alteração, e pode estar sendo dividida em duas, devido a um processo de erosão. Com o passar dos anos, o mar recuou e avançou várias vezes, formando terraços, cordões litorâneos e dunas. Na região do istmo, existia uma pequena planície costeira formada por um esporão arenoso, criado a partir do Morro do Farol das Conchas e que avançava para oeste. Este esporão teve desenvolvimento rápido até formar a extensa planície costeira subatual, que existe entre o Morro do Farol das Conchas e o istmo. A parte central da Ilha vem recebendo areias e crescendo sobre o oceano, e a região do istmo, sofrendo erosão marinha. O istmo, que nos anos 90 estava sob intensa erosão, parecia estar estabilizado e com tendência à sedimentação, mas o “passapassa”, como é chamado pelos locais, nos últimos 50 anos, alterou a sua medida de 152m, em média, para 30m Provavelmente, o processo erosivo deve continuar nos próximos anos em todo o setor norte da praia do Farol das Conchas e na Praia do Forte até a Ponta do Bicho. A Ilha do Mel é formada por morros, planícies costeiras e áreas de sedimentação atuais, tais como praias, dunas e planícies de maré. Inserida na região litorânea do sul e sudeste brasileiro, que se estende desde o norte do litoral catarinense até o sul do litoral paulista, caracteriza-se pela presença da Serra do Mar, amplas planícies costeiras e extensos complexos estuarinos, tais como as baías de São Francisco, Guaratuba, Paranaguá e Cananéia-Iguape. Esta região, de grande importância ambiental, compreende uma das principais reservas da biodiversidade do planeta, a Reserva da Biosfera Vale da Ribeira-Graciosa. No Paraná, a Serra de Mar separa o Primeiro Planalto Paranaense da região costeira. Ela apresenta altitudes que podem alcançar 1.800 m. As maiores elevações encontradas na Ilha são o Morro Bento Alves (também chamado de São Miguel ou Nhá Pina) com 148 m, o Morro do Meio (ou Morro do Belo) com 101 m, Morro da Fortaleza (ou Baleia) com 82 m, o Morro das Encantadas (ou Morro Principal) com 70 m, o Morro Joaquim com 62, e o Morro do Farol das Conchas com 50 m. O clima da Ilha do Mel é classificado como Tropical Superúmido. No período em que há grande interação entre a massa de ar tropical proveniente do Atlântico Sul e a massa de ar polar proveniente da região polar sul da América do Sul, são freqüentes fortes chuvas diárias. Porém, a precipitação média anual é de aproximadamente 1950 mm, sendo janeiro, fevereiro e março os meses de maior precipitação, e julho e agosto os meses de menor ocorrência de chuvas. A umidade relativa do ar é alta, com o valor médio em torno de 85%. A temperatura média é superior a 22ºC nos meses mais quentes e nos meses mais frios, isentos de geada, a temperatura média superior é de 18° C. Há milênios, a Ilha estava incorporada ao continente e era formada por um arquipélago de pequenas Ilhas constituídas pelos atuais morros e vestígios de terraços, que podem ser encontrados em Encantadas e entre os morros do Meio e do Miguel. Atualmente ela é constituída pela planície costeira, com altitude entre 1 e 4 m.

A Estação Ecológica da Ilha do Mel foi criada através do Decreto Estadual nº 5.454, de 21 de setembro de 1982, com a finalidade de proteger a natureza em caráter permanente. Definida como “Área Primitiva” no Plano de Uso de 1982, situa-se na porção norte da Ilha e possui 2240,69 ha delimitados cartograficamente. A categoria de manejo, Estação Ecológica, tem como objetivos a preservação da natureza e a realização de pesquisas científicas, sendo proibida a visitação pública, exceto com objetivo educacional.

 

CLIQUE NA FOTO PANORÂMICA PARA AMPLIAR / CLICK ON THE PICTURE TO ENLARGE